1.6.05

LIBERDADE!



Ai que Prazer
Não cumprir um dever,
Ter um livro para ler
E não o fazer!
Ler é maçada.
Estudar é nada.
O sol doira
Sem literatura.

O rio corre bem ou mal,
Sem edição original,
E a brisa, essa,
De tão naturalmente matinal,
Como tem tempo não tem pressa...

Livros são papéis pintados com tinta.
Estudar é uma coisa em que está indistinta
A distinção entre nada e coisa nenhuma.

Quanto é melhor, quando há bruma,
Esperar por D. Sebastião,
Quer venha ou não!

Grande é a poesia, a bondade e as Danças...
Mas o melhor do mundo são as ciranças,
Flores, música, o luar e o sol, que peca
Só quando, em vez de criar, seca.

O mais do que isto
É Jesus Cristo,
Que não sabia nada de finanças
Nem consta que tivesse biblioteca...

- Fernando Pessoa -



Crianças, hoje é o vosso dia, venham dançar a Hampsterdance com a Mushu!

3 Comments:

Papoilinha said...

também já analisei na escola esse poema e gostei muito.

AC

Kyuubi said...

legal^^

APO (Bem-Trapilho) said...

ahaha este tb anda pelo meu blog Bom Feeling! e é isso que é mesmo: um super bom feeling! :)
bjos e força aí em novas postagens neste blog tao interessante! não sei se já disse mas a M. adicionou-o à barra lateral com grande destaque como sendo o seu blog favorito do momento! :) e eu tb sou fã!
bjinhos

Paula (a mãe da M.)

blog da M: http://m-de-menina.blogspot.com/